Ciao a tutti! Cientista, artista e inventor, um verdadeiro talento universal. Não é à toa que Leonardo da Vinci, um homem de talento excepcional, é e continua sendo um dos maiores expoentes da arte mundial. Uma figura emblemática, que conseguiu trazer todo tipo de expressão ao seu esplendor máximo. Ele, que passou sua fase mais criativa por aqui, deixou várias marcas espalhadas pela cidade e vamos te contar 8 lugares encantadores onde descobrir Leonardo da Vinci em Milão. Vamos lá?

Animado por um espírito a frente de seu tempo, o grande Leonardo da Vinci, conseguiu se destacar tanto no campo científico quanto no artístico. E com apenas trinta anos, Leonardo chegou a Milão. Sem dúvida, o encontro com Ludovico Sforza, il Moro (duque de Milão), foi um ponto de virada. E falando nisso, sabia que Leonardo chegou a enviar uma espécie de currículo a Ludovico? Sendo esse considerado o primeiro currículo da história. Até isso Leonardo inventou!

Leia mais sobre o currículo de Leonardo aqui.

E na sua estadia de vinte anos em Milão, Leonardo da Vinci teve a oportunidade de criar obras-primas que ainda hoje impressionam por seu charme e poder. Então, aqui está um itinerário de 8 lugares encantadores, para descobrir Leonardo da Vinci em Milão.

Igreja Santa Maria delle Grazie

Leonardo da Vinci em Milão

Essa é uma parada obrigatória para quem visita Milão. Na Corso Magenta, não muito longe do Duomo, é possível admirar uma das obras mais famosas e misteriosas executadas por Leonardo da Vinci, a Última Ceia. Criada entre 1494 e 1497, como projeto de decoração para o convento de Santa Maria delle Grazie. 

Ludovico Sforza encarregou Leonardo de pintar o refeitório dessa igreja. Um projeto, particularmente querido por Sforza, uma vez que foi neste lugar que ele pensava em ser enterrado. 

A Última Ceia é, sem dúvida, um exemplo incrível do gênio de Leonardo da Vinci em Milão, e para visitá-la é preciso comprar um bilhete com dia e hora marcados com uma antecedência de pelo menos 3 meses. 

Veja nossas dicas de como e onde comprar os ingressos para visitar a Última Ceia de Leonardo da Vinci.

Castelo Sforzesco

Leonardo da Vinci em Milão

Impossível falar de Leonardo em Milão sem também citar o Castelo Sforzesco que ao longo  dos séculos, de uma fortaleza defensiva, tornou-se um quartel militar, residência e, atualmente, sede de instituições culturais e diversos museus. Quem não conhece o lindo Castelo que fica bem no meio de Milão, não é mesmo? E dentro dele, mais especificamente na Sala delle Asse há uma pintura de parede que o grande artista criou em gesso por volta de 1498. Além disso, o Código Trivulziano também se encontra no Castelo Sforzesco, duas importantes marcas da passagem de Leonardo da Vinci em Milão.

Saiba mais sobre a Sala delle Asse e como visitá-la aqui

Pinacoteca Ambrosiana 

Talvez um dos lugares que mais permita apreciar a presença de Leonardo em Milão seja a Pinacoteca Ambrosiana, pois é na sua biblioteca que está hospedada a mais incrível e extensa coleção de desenhos de Leonardo, conhecida como o Código Atlântico, que é uma coleção de documentos constituído por doze volumes. Uma combinação de 1.119 páginas que datam de 1478-1519, com conteúdos que abrangem uma grande variedade de assuntos, desde estudos que envolvem admiráveis desenhos feitos por Leonardo da Vinci sobre temas que incluem a anatomia, astronomia, botânica, química, geografia, matemática, mecânica, projetos tecnológicos, estudos sobre o voo assim como projectos arquitetônicos.

Parque do Hipódromo de San Siro

Leonardo da Vinci em Milão

Gigante, lindo e imponente, no Hipódromo de San Siro encontramos o Cavalo de Leonardo da Vinci. O primeiro projeto é de 1482, quando Ludovico Sforza, propõe a Leonardo a construção da maior estátua equestre do mundo em memória a seu pai Francesco, fundador da casa Sforza.

Leonardo estudou muito a anatomia dos cavalos a fim de realizar uma obra perfeita, mas infelizmente com um ataque da França o bronze destinado ao cavalo foi usado para a defesa da cidade. E em 1499 os franceses invadem Milão e Leonardo é obrigado a fugir e abandona um modelo do cavalo feito em argila, que foi destruído pelos franceses.

O que se pode admirar hoje é uma cópia feita pela escultora Nina Akamu, baseada no desenho original de Leonardo da Vinci, que é lindíssimo.

Saiba mais sobre o Cavalo de Leonardo da Vinci aqui

Casa degli Atellani

Vinhas de Leonardo

Não muito longe da igreja Santa Maria dele Grazie que já citamos, você pode admirar um outro lugar onde Leonardo da Vinci deixou sua marca em Milão. A Casa Degli Atellani, um dos edifícios históricos milaneses mais apreciados, oferece a oportunidade de admirar o interesse multifacetado de Leonardo. Além de visitar o belo claustro e as escadas de pedra do edifício, que por si só já é uma baita visita, é possível encontrar-se imerso no que ficou conhecido como as Vinhas de Leonardo, que lhe foram dadas por Ludovico il Moro, como reconhecimento por todo o seu trabalho realizado. 

Conca dell’Incoronata

Inaugurada em 1496, ou seja, justamente quando Leonardo da Vinci ainda estava em Milão a serviço de Ludovico il Moro que pretendia aperfeiçoar o mecanismo das portas dos canais da cidade. Embora a Conca dell’Incoronata tenha se tornado atualmente um canal seco, é, ainda, um testemunho importante do passado e de Leonardo da Vinci em Milão. Suas portas, chamadas Portas Vinciane, foram pela primeira vez construídas, precisamente, na Conca dell’Incoronata e posteriormente utilizadas em todos os canais existentes no mundo. Uma particularidade que as torna um testemunho de muito valor e importância.

Museu Nacional da Ciência e da Tecnologia Leonardo Da Vinci

Com uma extensão que abrange quarenta mil metros quadrados, este é o maior museu científico e tecnológico italiano, com um dos maiores arquivos de documentos dedicados a evolução do pensamento científico. Aqui, entre outras coisas, há outro testemunho importante da presença de Leonardo da Vinci em Milão, representado por uma coleção de modelos históricos, feitos diretamente através dos desenhos de Leonardo. Sua visita exige algumas horas, as vezes até mais de um dia, tamanha extensão de conteúdo. Caso queira apenas uma visão geral, nosso conselho é de ir direto ao primeiro andar dedicado a Leonardo da Vinci.

Piazza della Scala

Obviamente, entre os 8 lugares onde descobrir as marcas deixadas por Leonardo da Vinci em Milão, é sua estátua que fica localizada na Piazza della Scala. Feita pelo escultor Pietro Magni na segunda metade do século XIX, ela representa o gênio junto a seus quatro aprendizes: Marco D’Oggiono, Salaino, Cesare da Sesto e Giovanni Antonio Boltraffio. 

Saiba mais sobre o Museu do Teatro Scala aqui

Com esses 8 lugares mágicos da cidade, descobrir Leonardo da Vinci em Milão será muito mais fácil e interessante. Nós adoramos fazer esse passeio, é inspirador. 

Aproveite e saiba mais sobre nossos ENSAIOS FOTOGRÁFICOS EM MILÃO! Leve para casa as mais lindas recordações!

8 Comments

  1. Bruna Barbosa Reply

    Adorei as dicas para ver Da Vinci em Milão! Gostei especialmente da biblioteca Ambronsina, deve ser uma visita incrível!

  2. Ai que delícia ver esse ícone retratado em tantos lugares. Adorei as dicas e seguirei quando estiver por lá.

  3. Esse cara realmente era um gênio, tantas invenções e arte! Sempre que vejo suas obras fico boquiaberta e quando mais leio a respeito de Da Vinci, mas ele me impressiona.
    Adorei as dicas para encontrá-lo em Milão.

  4. Leonardo da Vinci está bem marcado em Milão, acho que se você não fala eu não perceberia quando estivesse por lá rs

  5. Nossa, quando foi pra Milão vou querer perseguir Leonardo da Vinci em todos esses cantinhos. Adorei o post!

Write A Comment