Ciao! Visitamos Bobbio, um lugar mágico, que por seu charme ganhou o título de “Borgo dei Borghi 2019” (a aldeia das aldeias de 2019) sendo assim considerada a aldeia medieval mais bonita da Itália. É uma pequena cidade a 272 metros de altura com apenas 3500 habitantes na região dos Apeninos na província de Piacenza na Emilia-Romagna a 2 horas de Milão, famosa pela longa Ponte del Diavolo (ponte do diabo) no rio Trebbia e que guarda muitas lendas. Vamos conhecer?

A lenda da Ponte do Diabo

Antes de falar da cidade, precisamos falar sobre a ponte de Bobbio que é talvez a parte mais famosa da cidade e que tem uma história bem interessante. Pense que na Idade Média, a construção de uma ponte era uma grande revolução, considerada quase um milagre. Por esse motivo lendas surgiam, muitas delas com o diabo como protagonista (tema recorrente nas lendas medievais), pois a união de dois lugares que a natureza (e Deus) desejavam separar era vista por muitos como uma obra “diabólica”. E segundo uma antiga tradição, o maligno contatou São Columbano, prometendo construir a ponte da noite para o dia, em troca da primeira alma mortal que a atravessaria. O santo aceitou e durante a noite, o diabo convocou vários demônios que o ajudaram no trabalho de alvenaria, segurando as bases das pontes. O que é engraçado dessa lenda é que os demônios pedreiros eram de estaturas diferentes, fazendo assim com que os vários arcos da ponte saíssem de variados tamanhos. De manhã, o diabo espreitava no final da ponte para exigir sua compensação. San Colombano envia-lhe um cachorrinho e o diabo, inquieto, volta para o inferno, não antes de chutar sua criação, que também é torta desde então. A Ponte do Diabo sendo feita ou não por ele, é linda e encantadora, mesmo torta.

Bobbio

Bobbio aldeia medieval

A região é habitada desde os tempos pré-históricos e se torna um importante centro a partir da colonização romana, quando essa ponte agora conhecida como Ponte Gobbo (ponte corcunda) ou Ponte Vecchio (ponte velha) é construída para se tornar, no início da Idade Média, um dos centros mais importantes do monaquismo ocidental. Em Bobbio, o monge irlandês San Colombano que citamos, fundou um mosteiro que em pouco tempo desenvolveu uma das bibliotecas mais importantes e prestigiadas de toda a cristandade e onde ainda estão preservados alguns dos manuscritos latinos mais antigos e mais valiosos da história.

Bobbio é uma cidade bem pequena, mas a quantidade de arte e cultura que encontramos é algo único e é apaixonante andar pelas ruas de paralelepípedos e edifícios de tijolos desta aldeia medieval quase intacta. A primeira parada em uma caminhada por Bobbio foi no Mosteiro de San Colombano, fundado em 614 pelo monge irlandês homônimo que desceu à Itália para chegar a Roma mas acabou ficando por Bobbio. O mosteiro é uma poderosa agregação de edifícios, entre os quais se destaca a fachada da basílica, rodeada pelo elegante pórtico da abadia, onde estão localizados o museu e o famoso scriptorium (onde os monges copistas escreviam).

Já o Duomo de Bobbio (fotos acima) é um exemplo perfeito da arte e arquitetura do século XV da Emilia-Romagna, com afrescos muito interessantes que foram recentemente redescobertos sob uma camada de cal espalhada alguns séculos depois. Nós sempre adoramos visitar as catedrais de cada cidade, com estilos particulares e muita história.

Bobbio aldeia medieval
Castelo Malaspina

Um destino muito sugestivo que adoramos visitar no centro histórico de Bobbio é o poderoso Castelo Malaspina, construído durante o século XIV e que já foi uma fortaleza. Sua imponente torre domina toda a área circundante e, do topo, você pode desfrutar de uma bela vista panorâmica da cidade, dos Apeninos e do vale que se abre após o curso de Trebbia. Árvores de castanhas por toda parte fizeram o clima da visita ainda mais charmoso.

Enquanto você estiver andando pelas ruas de Bobbio, nossa dica é de não perder a oportunidade de visitar uma das diversas tabernas que se abrem à sombra dos prédios para saborear algumas delícias da culinária local, como o maccheroni alla bobbiese (fotos abaixo), macarrão feito com o uso de uma agulha de tricô e um molho de carne saboroso ou a torta di riso bobbiese, um bolo de arroz bobbiese com legumes, arroz, ovos e queijo. Deliciosos!

Caminhar por Bobbio é sentir o tempo passar devagar, de um jeito aconchegante e imaginar que a vida pode ser tranquila e que os contos de fada realmente existem. Muitas das casas da cidade fazem parecer que um duende vai sair a qualquer momento para uma de suas aventuras. Vindo a Milão ou Bolonha, tente encaixar uma visita a Bobbio, a aldeia medieval mais bonita da Itália no ano de 2019. 

Quando visitar Bobbio

Visitamos Bobbio, um lugar mágico, que por seu charme ganhou o título de “Borgo dei Borghi 2019” (a aldeia das aldeias de 2019).
Vista de tirar o fôlego!

Bobbio é perfeito para visitar em todas as estações do ano: no inverno, a cidade é frequentemente coberta do branco da neve, lindíssima, oferece uma atmosfera mágica e fascinante; na primavera e no verão, a natureza da região dos Apeninos oferece um refúgio fresco e iluminado, o outono dá aos bosques da cidade uma incrível variedade de cores, que vão do cobre ao vermelho, em todas as estações Bobbio é de tirar o fôlego.

Como chegar 

Bobbio está localizado a cerca de 40 km de Piacenza, a capital da província, cerca de 120 km de Milão e a pouco menos de 200 km de Bolonha. A maneira mais conveniente de chegar é de carro, mas também é possível ir de trem a Piacenza e chegar a Bobbio com as linhas de ônibus que chegam ao centro histórico em pouco mais de uma hora.

SUPER DICA! Está vindo para a Itália? Faça nossa sessão fotográfica, inclusive usando Bobbio como locação se quiser! Todos nós amamos ver fotos de uma boa viagem e lembrar dos bons momentos, não é mesmo? Fale conosco e agende já sua data.

Write A Comment