Todo mundo adora sorvete, de um sabor ou outro. Ninguém sabe ao certo como ele surgiu, mas o que parece é que ele foi inventado pelos chineses há mais de 3 mil anos, feito com neve, mel, gemas de ovos e frutas. Depois os árabes misturaram água, criando assim o sorbet.

Aí vêm os italianos e trocam essa água por creme de leite e fazem o maravilhoso gelato. Sempre com ingredientes super frescos e uma temperatura mantida entre -10°C e -12°C (os sorvetes tradicionais são mantidos abaixo de -20°C), essa temperatura faz toda a diferença na cremosidade e percepção do sabor dos ingredientes frescos. Quanto mais congelado o sorvete, mais anestesiadas ficam as nossas papilas gustativas e menos percebemos o sabor. Aqui tomamos o gelato em qualquer temperatura exatamente por ele não ser tão gelado. Pode estar quase nevando que tem sempre alguém nas gelaterias.

A porcentagem de açúcar garante também sua cremosidade: contém menos de 30% de açúcar (contando inclusive a frutose), enquanto o sorvete tem bem mais que isso de açúcar. Outra diferença é a incorporação de ar que no sorvete é injetada, no gelato é feita de forma natural batendo a massa enquanto gela. E por último, a gordura, que no gelato italiano varia entre 5 e 10% e nos sorvetes convencionais varia entre 18 e 25%. Tudo isso faz o gelato ser essa perfeição que conhecemos.

Agora, como o gelato di stracciatella, que é a idéia do nosso sorvete de flocos foi inventado?
Stracciatella alla romana

Em 1961, Enrico Panattoni faz um gelato particular: um creme super branquinho com pedaços irregulares de chocolate amargo dentro. E pensando em um nome para batizar essa delícia, ele pensou no prato mais famoso de seu restaurante (La Marianna): a stracciatella alla romana, que é uma espécie de sopa com ovos e queijos em um caldo de carne. Os pedacinhos de chocolate lembravam o desenho da sopa, e aí a inspiração para o nome. Hoje esse sabor é feito e vendido no mundo todo e amado por todos. Mas nenhum é como o dessa gelateria, que tem um sabor todo especial, com seus pedacinhos feitos em chocolate 58% cacau da Lindt. O creme branco parece uma espuma docinha e saborosa, não tem como ser mais perfeito!

La Marianna Pasticceria
Lago Colle Aberto, 4 – Cidade Alta – Bérgamo

Conheça um pouco mais sobre a cidade de Bérgamo

Write A Comment