Ciao! O centro de Milão está repleto de praças e ruas que testemunham a riqueza do período oitocentenário, como a lindíssima Galleria Vittorio Emanuele II que todos conhecemos ou pelo menos já ouvimos falar. Geralmente essa é “cara” de Milão, nada medieval. Mas basta andar um pouco para perceber os sinais de outros períodos da história milanesa. Logo atrás da Via Dante, antes da Piazza Duomo, por exemplo, encontramos a Piazza dei Mercanti, criada na Idade Média como o centro da cidade, bem antes do Duomo.

Construída no século XIII, a Piazza dei Mercanti foi o centro da Milão medieval de trocas econômicas e reuniões dos vários comerciantes. Originalmente era mais larga, quase o dobro do tamanho atual e também incluía o colégio Giureconsulti, com seis acessos para as ruas adjacentes, e não tinha o poço ainda, construído apenas no século XVI. Os edifícios que circundam a praça hoje são a Casa dei Panigarola, a Loggia degli Osii, o Palazzo delle Scuole Palatine e o Palazzo della Ragione ou Broletto Nuovo

E foi essa última construção que marcou a passagem do feudalismo para as classes mercantis, dando assim poder e importância àquelas classes de trabalhadores, a princípio quase ignoradas. E as ruas paralelas à Piazza dei Mercanti: Speronari, Sapadari, Orefici, Cappellari, Armorari e via Fustagnari, receberam seus nomes. Infelizmente a última desapareceu, visível apenas nos mapas do século XIX.

Mapa de Milão
Mapa do século V que mostra a Piazza dei Mercanti como o ponto central de Milão

Assim, a praça tornou-se o centro da vida milanesa através do comércio, da justiça e da arbitragem: os tabeliães faziam contratos e doações, os comerciantes trocavam mercadorias e pequenas vendas no varejo também aconteciam ali. A praça também era um lugar para se fazer justiça, de modo que em uma das janelas do Palazzo della Ragione costumava-se pendurar uma corda para os condenados e a prisão ficava na praça. Havia a “pedra dos fracassados”, uma pedra angular feita para se sentarem aqueles que esperavam sua sentença e eram expostos à vergonha pública. Em seu lugar, existe um poço feito a partir de 1500. Aqueles que foram à falência e perderam tudo, tiveram que sentar na “pedra” e receber uma boa dose de vaias.

Milão Medieval: a Piazza dei Mercanti
No centro está a “parlera”, o terraço onde as sentenças eram lidas
Milão Medieval: a Piazza dei Mercanti

Essa praça anda meio escondida, ela passa por uma grande restauração. Mas esqueça isso e vá conhece-la, vale a pena, é pequena mas encantadora. Fica tão perto do Duomo que não será preciso mudar seu roteiro turístico e acrescentará muito a sua visita a Milão. Nós gostamos bastante de visitar essa praça, ela não é muito turística principalmente por sua restauração, então sempre está vazia, é um lugar para se admirar a história de Milão e imaginar outros tempos, uma verdadeira viagem no tempo. Bacio!


Leia também:

Ricetto di Candelo: conheça uma aldeia medieval intacta pertinho de Milão!

A Estátua da Liberdade em Milão (que inspirou a de Nova York)

10 Comments

  1. Nossa, eu me teletransportei no tempo com o seu relato. Amo cidades que nos trazem tanta história sabe? Tenho muita vontade de conhecer a Itália e poder entender ainda mais de perto tudo isso que você tão bem relatou aqui. Obrigada!

  2. Eu amo a Itália e Milão decididamente é uma cidade incrível, tão cheia de histórias e tudo isso misturado com esse seu dom de ditar a moda e ser uma cidade cosmopolita, o que a torna ainda mais interessante.
    Obrigada por dividir conosco.
    beijos

    • Ah, falou tudo! Milão é uma cidade incrível muitas vezes subestimada até. Tem tanta coisa bacana pra ver, tanta história… e é uma cidade que nunca pára no tempo e ao mesmo tempo nunca se esquece do seu passado. Obrigada você!

    • Pior que Milão não é grande não, é pequenininha! haha acontece que essa piazza, assim como muitas outras coisas da cidade acabam sendo ofuscadas pelo Duomo, pelo Castelo, pela Galleria… tem muita coisa bacana lado b que vale muito a pena ver. E lado bom de não ter visto essa piazza: já tem motivo para voltar! haha

  3. Daniela Cascardo Reply

    Estive no Duomo e agora estou arrasada por não ter conhecido essa piazza repleta de histórias! Vou guardar essa dica porque pretendo voltar a Milão com mais tempo!!!! Adorei a matéria !

    • Essa piazza acaba sendo ofuscada pelo Duomo e pelo Castelo, ainda mais que ela passa por uma grande reforma. Uma pena.

  4. Um dos meus sonhos é viajar para a Itália… com certeza passarei em Milão e vou visitar cada cantinho como esse.

Write A Comment