Ciao! Na Itália o dia dos namorados não é comemorado no dia 12 de junho como no Brasil, aliás, nem perto disso, aqui é comemorado no dia 14 de fevereiro, dia de São Valentim. Enquanto estamos sambando já no clima pré-carnaval os italianos estão em clima de romance. Mas porque as datas são tão diferentes entre elas? Te explicamos:

No Brasil a ideia de estabelecer uma comemoração de “Dia dos Namorados” veio do publicitário João Doria, pai do atual governador de São Paulo. Dono da agência Standart Propaganda, ele foi contratado pela loja Exposição Clipper com o objetivo de melhorar o resultado das vendas em junho, que sempre eram muito fracas. A escolha do dia 12 teve a ver com o fato de ser véspera da celebração de Santo Antônio, que já era famoso no Brasil por ser o santo casamenteiro.

Dia dos namorados
Slogan das Lojas Clipper: “Não é só com beijos que se prova o amor” / Clipper/ Reprodução

Já aqui na Itália, assim como em toda Europa e Estados Unidos, o dia dos namorados é em fevereiro e já começou a ser comemorado no século 5, quando o papa Gelásio dedicou a data ao mártir São Valentim, com o intuito de acabar com os rituais pagãos de fertilidade. Para os antigos romanos, fevereiro era a época de preparação para o período do renascimento. As festas em homenagem a Luperco, entidade protetora dos campos e dos rebanhos, ocorriam no dia 15 de fevereiro, cinco semanas antes do início da primavera.

Aliada a essa atitude do papa, a tradição diz que São Valentim é o autor de numerosos milagres, além de ter o título de Santo protetor dos amantes ou o “santo de amor”. Essa notoriedade internacional de São Valentim deve-se à lenda, segundo a qual ele costumava dar a seus visitantes uma flor de seu jardim, símbolo de romantismo. A lenda ainda diz que um casal de jovens, um romano e uma cristã brigavam quando foram surpreendidos por São Valentim, que entregou-lhes uma rosa com um poder mágico, a rosa da reconciliação, casando-os pouco depois.

Ainda outra lenda diz que São Valentim realizava matrimônios durante o governo do imperador Cláudio II. Isso era proibido pois o imperador acreditava que os jovens sem família alistavam-se com maior facilidade no exército. São Valentim foi descoberto, preso e condenado a morte. Foi decapitado em Roma no dia 14 de fevereiro de 273 d.C.. Nunca se confirmou a existência de São Valentim e por falta de provas, a data não é mais celebrada pela igreja católica.

Bom, nós dois comemoramos tanto o dia 14 de fevereiro, quanto o dia 12 de junho, afinal somos um casal italo-brasileiro e todo dia é dia de comemorar o amor. Feliz dia dos namorados a todos, não importa a data! Bacio.

Write A Comment