Category

Inglaterra

Category

Quem gosta de rock como nós com certeza conhece a banda Iron Maiden e conhece também as cervejas feitas nos últimos anos em parceria com o vocalista Bruce Dickinson. Nós fomos visitar a Robinsons Brewery, a cervejaria do Iron Maiden em Manchester e contamos aqui como foi nossa experiência:

cervejaria do Iron Maiden em Manchester

A Robinsons Brewery fica em Stockport (Manchester) e foi fundada em 1849 como uma empresa de família. William Robinson adquiriu a fabrica Unicorn Inn da Samuel Hole em 29 de setembro de 1838. Seu filho George fez a primeira cerveja estilo Ale em 1849. Em 1859, Frederic toma o lugar de George e a Robinsons compra um galpão para aumentar a produção de cerveja. Sendo assim, a Robinsons começa a ser vendida nos pubs de Stockport. Para controlar a qualidade da cerveja vendida, Frederic começa a comprar várias casas em volta a pequena fábrica. De 1878 até a morte em 1890, Frederic fundou doze pubs que serviam exclusivamente sua cerveja. Este foi o início do que hoje são 300 pubs no norte da Inglaterra e País de Gales e é gestida pela quinta geração da família Robinson. 

Ficamos hospedados no centro de Manchester, ela não é uma cidade muito turística e nem tem muita coisa a se fazer (além de tomar chuva, ali chove quase o tempo todo, se prepare). Fomos principalmente para visitar a cervejaria e depois fomos para Dublin, porém prometemos voltar, adoramos a visita. Fomos de ônibus e é bem fácil chegar, a cidade é uma graça e não tem absolutamente nada de turístico, a cervejaria inicialmente foi feita para abastecer a própria cidade, totalmente diferente da Guinness e da Heineken que são gigantes voltadas ao grande público.

cervejaria do Iron Maiden em Manchester
Museu da Robinsons

Não ser uma gigante como a Heineken no nosso caso achamos uma coisa boa, pois não tem a encenação que parece ser obrigatória em lugares maiores. Quando descemos do ônibus e fomos andando em direção a Robinsons, a visita já começa a ficar interessante, ela é muito bonita por fora e vários carros de moradores ficam parados na porta para que eles entrem e comprem suas cervejas direto da fábrica, a Robinsons é ainda uma cervejaria voltada principalmente para o público local.

O Visitor Center é fácil de achar, e entrando já demos de cara com a lojinha que vende as cervejas da Robinson: Old Tom (deliciosa!), Trooper, Unicorn Cooper Ale e muitas outras, assim como camisetas, copos, chaveiros, itens para decoração do bar e no mesmo ambiente da lojinha existe o Museu da Robinsons com toda a história da família e da produção das suas cervejas e o atendimento ao cliente. Mostramos nossa reserva e ficamos esperando nosso horário para o tour, como faltava uma hora ainda, podíamos já começar a beber, o bar fica descendo uma escada da lojinha mas decidimos esperar para beber qualquer coisa pois queríamos estar atentos a tudo que fosse dito no tour.

Chegou o momento do tour, com o gentilíssimo guia Garry que começa o tour contando a história da origem da Robinsons e de seus criadores, mostrando o primeiro tanque de cobre usado na fabricação das cervejas. A curiosidade é que inicialmente esse tanque gigante tinha que ser inteiramente limpo antes de fazer a próxima cerveja, diariamente. Funcionários entravam dentro dele e o limpavam até não sobrar nenhuma sujeira, do contrário a cerveja era contaminada e mudava todo o seu sabor. Imagine que trabalhão! Hoje os métodos de limpeza são hoje mais rápidos e eficazes. 

Ele conta sobre os pubs que a Robinsons foi comprando ao longo dos anos e conta toda a história também da primeira cervejaria, a Unicorn, que foi comprada para dar lugar a Robinsons, além de muitas outras informações e curiosidades sobre a cervejaria. Na sequência descemos até a fábrica que fica atrás da loja, lá conhecemos formas mais modernas de produção, experimentamos tipos de lúpulo e os tipos de cerveja que ali são feitas. Infelizmente no horário de nossa visita, nenhuma cerveja estava sendo produzida, então as máquinas estavam paradas,  mas mesmo assim dá pra entender todo o processo.

O Garry, assim como todo mundo que estava ali é um grande fã do Iron Maiden, e ele ficou uns 15 minutos falando da banda, da cerveja, e de sua paixão por ambas. E no final do tour ele nos serviu o nosso primeiro pint de cerveja e nos deixou com um sensação ótima de ter feito um excelente passeio. 

Para visitá-la compramos os bilhetes pelo site da própria Robinsons e o valor do tour é de 9,95 libras para adultos, 8,95 libras para estudantes e idosos, 5,95 até 17 anos e grátis até 5 anos de idade (no tour não se bebe nada, por isso é liberada a entrada de menores de idade), 25 libras para famílias de 2 adultos e 2 crianças, além do Golden Ticket que custa 24,95 libras e inclui o tour pela cervejaria, uma bolsa para carregar garrafas, 6 garrafas de cerveja e 2 pints ou 6 x 1/3 de pints a escolha no bar da Robinsons. Quando visitamos o kit continha a bolsa, 3 garrafas de cerveja, 1 copo e um abridor de garrafa. Eles sempre mudam o kit, então confira no momento da compra se o kit te interessa.

cervejaria do Iron Maiden em Manchester

Nós compramos o Golden Ticket e saímos muito felizes (hehe) de tanto beber cerveja… nunca bebemos tanta! As cervejas são ótimas, típicas inglesas, fortes e marcantes. No bar funciona também um restaurante e o tempo todo várias famílias se reunem alí para as refeições, além de várias pessoas com a camiseta do Iron Maiden, lógico. Pedimos o hambúrguer do cardápio, afinal, bebendo tanto é preciso comer também e estava uma delícia. 

cervejaria do Iron Maiden em Manchester
A cara da felicidade

A bolsa do kit é ótima, usamos toda semana para ir no supermercado, ela tem divisórias que fazem as garrafas não se baterem e a alça é macia e não machuca a mão. Os chaveiros que são abridores de latas, carregamos nas nossas mochilas de viagem, o que nos facilita bastante nas compras de cerveja dos mercados dos lugares que visitamos. Esse chaveiro passa no aeroporto tranquilamente, ele não tem ponta. O copo nem precisamos dizer que são do tamanho perfeito para uma cerveja e têm o logo do Iron Maiden, lindos. O kit valeu bastante porque esses três itens usamos sempre, tudo é de ótima qualidade, principalmente as cervejas.

Saindo de Manchester fomos para Dublin e visitamos a Guinness, o que acabou sendo um pouco decepcionante depois de visitar a Robinsons. A Guinness é bem legal de visitar porém é um roteiro montado para agradar os milhares de turistas que a visitam, e de fábrica mesmo não tem praticamente nada. Já na Robinsons o percurso é feito todo dentro de uma parte da fabrica real da cervejaria, o que muda tudo. Nós somos totalmente leigos em cerveja e mesmo assim aprendemos muita coisa na Robinsons e se você entender de cerveja ou apenas como nós adora beber uma, a Robinsons é o lugar!