Category

Eventos

Category

Ciao a tutti! Milão não para! É uma cidade viva, cheia de atrações que você não pode perder. E falando nisso, vamos conhecer as 4 Mostras imperdíveis em Milão no mês de março? Vem com a gente!

STILE MILANO – STORIE DI ELEGANZA

4 Mostras imperdíveis em Milão

Milão, como você já sabe, é a cidade mais elegante da bota e é justamente por seu estilo único e elegantemente sóbrio que o Palazzo Morando dedica a exposição Stile Milano – Storie di eleganza. Uma grande importância é dada às roupas e jóias, igualmente representativas no luxo refinado que caracteriza Milão desde os anos 50. O caminho da exposição é projetado para destacar a evolução do estilo daqueles anos e a figura da mulher, que passou da elegância dos anos pós-guerra, para o pret-a-porter dos anos sessenta; indo ainda para as cores e padrões brilhantes do estilo folk-chique dos anos setenta a eclética e opulenta alta moda dos anos oitenta; chegando ao renovado gosto sóbrio dos anos 90 (onde um traje de alfaiataria volta a ser concebido quase exclusivamente para eventos importantes e especiais) e por fim a experimentação dos anos 2000, com o uso de novos materiais tecnológicos. Uma mostra com a cara de Milão, imperdível.

PALAZZO MORANDO. Via Sant’Andrea, 6

Aberto todos os dias (exceto segunda-feira) das 9 às 13 e das 14 às 17.30 
Ingresso gratuito
A mostra vai até 29 março 2020

MEMOS – A PROPOSITO DELLA MODA DI QUESTO MILLENNIO

4 Mostras imperdíveis em Milão no mês de março!

Nas esplêndidas salas do Museu Poldi Pezzoli é realizada a exposição Memos. Na base da exposição, há uma pergunta: a moda pode ser considerada uma prática científica, poética e, portanto, literária? A intenção é, portanto, construir um “discurso sobre o método”, desenvolver uma reflexão sobre a curadoria de moda, usando roupas, objetos diversos, chapelaria, revistas, livros e desenhos como uma espécie de anotação que, colocadas em diálogo com o passado, pode ajudar a esclarecer o futuro e refletir sobre o que poderia ser.

MUSEO POLDI PEZZOLI. Via Manzoni, 12

Aberto todos os dias das 10 às 18 (exceto terças-feiras)
Ingresso: 14€
A mostra vai até 4 de maio 2020

GEORGES DE LA TOUR – L’EUROPA DELLA LUCE

Georges De La Tour, também conhecido como “Caravaggio Francês”, é sem dúvidas um personagem misterioso, esquecido nos séculos 18 e 19 e redescoberto no século XX graças ao estudioso alemão Hermann Boss, que publicou um artigo que revela sua obra. Os trabalhos que lhe são atribuídos são apenas 40, dos quais apenas três datados e infelizmente nenhum na Itália. Portanto, é uma possibilidade excepcional visitar pela primeira vez na Itália uma exposição tão completa de suas obras (são 15 expostas). Os temas preferidos pelo artista podem ser classificados basicamente em dois grandes grupos: o “diurno” (pinturas fortemente realistas que mostram uma existência sem filtros, dos quais os rostos das ruas são os protagonistas, marcados sempre pela pobreza) e o “noturno” (onde a luz das velas é o protagonista, iluminando sujeitos aleatórios e silenciosos). Nem precisamos dizer que você ficará encantado especialmente com a intensidade do “noturno”. 

PALAZZO REALE. Piazza del Duomo, 12

Aberto todos os dias. Segundas: 14:30 – 19:30 Terças, quartas, sextas e domingos: 09:30 – 19:30 Quintas e sábados: 09:30 – 22:30
Ingressos: 14€
A mostra vai até 7 de junho 2020

HEIMAT – A SENSE OF BELONGING

Alguns meses após a morte do grande fotógrafo Peter Lindbergh, o museu Armani Silos dedica a ele uma exposição inédita intitulada HEIMAT – A SENSE OF BELONGING. Fotógrafo de moda sui generis, ele sempre teve uma abordagem muito honesta da fotografia, sem fazer distinções entre os vários gêneros fotográficos, convencido de que toda imagem cheia de significado poderia ser exibida em museus e galerias, mesmo que encomendada e criada para fins comerciais. O que o distinguia de seus colegas, eram as imagens sem artifícios (seus intensos retratos de sujeitos “nus”, sem maquiagem ou enfeites) muito evidentes na primeira seção da exposição, intitulada The Naked Truth e o seu fascínio pela personalidade e não pela aparência, longe do conceito de mulher-objeto. A parte final da mostra intitulada The Modern Heroine, de fato, mostra mulheres cheias de personalidade, fortes e corajosas. Absolutamente para visitar! 

ARMANI SILOS. Via Bergognone, 40 

Aberto de quarta a domingo das 11 às 19
Ingresso: 12€
A mostra vai até 2 de agosto 2020