Ciao a tutti! É sempre com muito carinho que falamos do Castelo Sforzesco, afinal ter um no meio da cidade é sempre um grande motivo de orgulho, quem não ama ver um Castelo? Ele é uma das mais incríveis atrações de Milão, tem mais de 5 séculos de história e os projetos para sua construção datam de 1450 a pedido de Francesco Sforza I (daí vem seu nome) para ser usado como sua fortaleza. Então vamos conhecer um pouquinho mais sobre o Castelo Sforzesco em Milão: a linda fortaleza com mais de 500 anos de arte e história?

Castelo Sforzesco em Milão

A primeira coisa a se saber é que ao longo dos séculos, o destino do Castelo Sforzesco foi entrelaçado com o destino de Milão. No final do século XV, com a ascensão ao poder de Ludovico il Moro (filho de Francesco Sforza e duque de Milão, que era um ducado na época), o castelo tornou-se a sede de uma das mais importantes e ricas cortes da Europa. E isso é muito bacana, pois foi um período de extrema criação cultural, com grandes artistas como Leonardo da Vinci e Donato Bramante trabalhando por aqui, dos quais ainda permanecem diversas obras pela cidade, como o altar com uma ilusão de ótica na Igreja de San Satiro feita por Bramante, a Última Ceia de Leonardo e no Castelo, ainda de Leonardo, a Sala delle Asse. 

Sabia que Leonardo da Vinci enviou um currículo a Ludovico il Moro? Veja o currículo aqui!

Mesmo com todo esse período criativo, infelizmente em 1535, sob o domínio da Casa de Habsburgo da Áustria, o castelo tornou-se uma cidadela militar, perdendo efetivamente seu status de lar imponente da família ducal. E ainda como um quartel-general militar, no período napoleônico, uma petição popular exigiu sua demolição. Em 23 de junho de 1800, Napoleão ordenou a demolição que, a partir do ano seguinte, começou a ser realizada e atingiu as torres laterais. As muralhas espanholas que existiam do lado de fora do palácio foram totalmente eliminadas, uma pena.

Em 1848, quando Milão e o Reino da Lombardia-Vêneto (naquele período não existia a “Itália” mas sim reinos independentes) foram anexados ao Império da Áustria, os canhões do Castelo foram usados para bombardear a cidade nos chamados Cinque Giornate di Milano (Cinco Dias de Milão), ficando assim o Castelo famoso por um péssimo motivo. E por ter sido usado como fortaleza militar dos invasores, houve um grande debate na segunda metade do século XIX sobre a manutenção ou não do Castelo Sforzesco, pense, a população tinha horríveis lembranças dele. Muitos milaneses queriam sua destruição, mas, felizmente, a vontade de preservá-lo foi maior! O castelo foi assim restaurado e voltou ao seu antigo esplendor, aquele do período em que era o palácio ducal de Sforza, o seu melhor período.

Atualmente, o Castelo Sforzesco em Milão é a sede dos Museus Cívicos da cidade e abriga, desde 1896, uma das maiores e mais importantes coleções de arte da Itália. Grandes exposições e importantes eventos culturais acontecem nele, assim como ele possui importantes museus como a Pinacoteca do Castelo, o Museu de Arte Antiga, o Museu de Artes Decorativas, o Museu de Pré-História e Proto-História, o Museu Egípcio, os Salões de Visconte (onde são realizadas exposições temporárias) e o Arquivo Histórico Cívico e a Biblioteca Trivulziana, onde é mantido o Código Trivulziano do grande Leonardo da Vinci. Isso tudo, além da última escultura de Michelangelo, a Pietà Rondanini, estar ali no Museu da Pietà Rondanini e esta é uma das nossas obras preferidas, uma imperdível visita. 

Pietà Rondanini de Michelangelo

Lista de Museus do Castelo Sforzesco

Pinacoteca del Castello Sforzesco 

Museo Pietà Rondanini – Michelangelo 

Museo d’Arte Antica 

Museo Archeologico – Sezione Preistoria e Protostoria 

Museo Archeologico – Sezione Egizia 

Sala delle Asse – Leonardo da Vinci 

Museo dei Mobili e delle Sculture Lignee 

Museo delle Arti Decorative 

Museo degli Strumenti Musicali

Horários e dias de abertura do Castelo

Todos os dias: das 7.00 às 19.30 

Horário e dias de abertura dos Museus

Segunda-feira: fechado 

Terça-feira a domingo: das 9.00 às 17.30 

Última entrada às 17h (apenas visitantes que já possuem um ingresso). Somente para o Museu de Arte Antiga, que inclui Leonardo mai visto, a última entrada é às 16h30.

Os museus não abrem as segundas, no dia 25 de dezembro, 1º de janeiro e 1º de maio

Valores dos bilhetes

O mesmo ingresso permite a entrada em todos os museus do Castello Sforzesco e é válido por um dia.

Bilhete inteiro: 10 € 

Bilhete primeiro domingo do mês: € 5 

Entrada gratuita para menores de 18 anos e toda primeira e terceira terça-feira do mês, a partir das 14h

Como chegar 

O Castelo Sforzesco está localizado na Piazza Castello em Milão. Você pode chegar de metrô com a linha M1 saindo nas estações “Cadorna FN” e “Cairoli” ou com a linha M2 nas estações “Lanza” e “Cadorna FN”. Saindo do Duomo a pé basta seguir uma linha reta pela via Dante. 

Aproveite e saiba mais sobre nossos ENSAIOS FOTOGRÁFICOS EM MILÃO! Leve para casa as mais lindas recordações!

9 Comments

  1. É tanto museu legal num só lugar que dá passar dias só passeando por este Castelo! Milão realmente é uma cidade incrível. 😀

  2. O jardim em frente do castelo também é um bom lugar para passear, fazer um piquenique ou tirar fotos com o Arco do Triunfo. Visitei Milão numas férias da Páscoa e vimos o próprio Leonardo (era um actor para as actividades de férias das crianças)

  3. Ana Carolina Miranda Reply

    O Castelo Sforzesco é realmente um lugar encantador. Estive em Milão e pude conhecê-lo de perto. É uma ótima pedida para quem visita a cidade.

  4. Que maravilhoooso o Castelo Sforzesco! Milão tem cada lugar incrível que nem dá pra acreditar. Não vejo a hora da minha viagem

  5. Que maximo!!! Vou visitar a cidade em setembro e essa dica já está super anotada!

Write A Comment