Bérgamo, linda cidade histórica, fica pertinho de Milão, apenas 60 quilômetros. É uma das cidades italianas com o centro histórico ainda circundado por muros. Foi fundada no século VI a.C. e ainda mantém algumas construções e igrejas antigas. É uma daquelas cidades lindas e medievais que todos sonhamos em visitar.

Foi conquistada pelos romanos em 49 a.C. e em 774 pelos francos. A partir de 1331, os Visconti de Milão começaram a governá-la e passou assim a ser parte da República de Veneza e se tornou uma cidade-fortaleza. Hoje esses fortes deixam a cidade ainda mais bonita!

Bérgamo é dividida em duas cidades:

A Cidade Alta (Città Alta) que é a mais antiga, e sua principal atração é a Piazza Vecchia, praça renascentista onde estão o Palazzo Nuovo, do século XVII, o Palazzo della Ragione do século XII e a Torre Civica com 52 metros de altura.

A Cidade Baixa (Città Bassa) que é a mais nova e dentre suas principais atrações está a Torre dei Caduti, que é uma homenagem aos soldados mortos na Segunda Guerra Mundial.

Para ir da Cidade Baixa para a Alta e vice-versa tem um funicular, a subida é rapidinha, mas andar num funicular é sempre bacana.

Além de visitar essa cidade linda e histórica, você deve experimentar a gastronomia local que é particularmente gostosa! Aqui mostro alguns deles:

Casoncelli – ravioli de massa fresca, recheado com uma mistura de queijo, pão amanhecido, ovo, carne, amaretto e as vezes uvas passas. É servido com um molho de manteiga derretida e sálvia, pancetta, alho e uma generosa dose de queijo grana ralado. Dá até uma alegria falar desse prato.

Polenta e Polenta Taragna – no inverno comer em Bérgamo é sinônimo de polenta, um produto que representa a alimentação bergamasca. Servido com carne, e muitas vezes com o próprio molho delas. Já a versão taragna, seria uma versão mais “rústica” onde no fim do cozimento se acrescenta boas porções de queijo fresco dos Alpes e manteiga.

Polenta e osei – andando pelo centro histórico vai ser fácil achar em várias vitrines de confeitarias um doce de Bérgamo redondinho e amarelo. São camadas de bolo fofinho, recheado de creme, chocolate e licor, com uma cobertura de açúcar amarelo é um passarinho de chocolate enfeitando.

Não deixe de ir também na La Marianna Pasticceria, lugar onde foi inventado o gelato de stracciatella (a origem do nosso sorvete de flocos, leia aqui o post que fizemos sobre esse gelato) é incrível!

Rocca di Bergamo – Um complexo que fica na parte alta da cidade e que sempre teve função de defesa, graças a sua altura permite uma visão privilegiada de 360 graus da cidade, e sua vista vai de toda Bérgamo até Milão.

A Rocca é uma fortificação do século XIV, e ainda guarda traços de sua função militar, com canhões e um tanques originais.

Tem muita coisa bacana para conhecer em Bérgamo. Vale muito a pena a visita. Até mais!

Write A Comment